quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Carga pesada, poema RCF


 

 

Minha mente é um navio cargueiro
que leva apenas uma carga:
a carga pesada dos dias
que se torna mais carga
quanto mais afunda
o transporte de bens
que desconhece a estiva do dia
e boia imerso
sob a água insalubre dos relógios de pulso.


(do livro Memória dos porcos. Rio: 7Letras, 2012)




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário