quinta-feira, 19 de maio de 2016

Supermercado, poema RCF


 
Aqui também há outra cidade
com avenidas e gôndolas,
veneza de cores, mares, matadouros,
tudo reduzido a suas metonímias,
o horto vertical das leguminosas,
o pomar das caixas penduradas
nos galhos das prateleiras.

O mundo reduzido
– a vida, sempre a vida
imperiosa como a sede –
ao ar preso e condicionado
de um quilômetro quadrado.





(do livro O difícil exercício das cinzas. Rio: 7Letras, 2014)

Nenhum comentário:

Postar um comentário