quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Diálogos no ar, poema RCF




Eis que o trapezista, em estado de espanto,
me invoca
o picadeiro de um metro quadrado,
a redundância dos voos mecânicos,
a ciência dos estilingues,
efêmero, patético e inconcluso,
esquina de ar onde a gravidade é mais lei.


(do livro Eterno Passageiro, 2004)

imagem retirada da internet:chagall

Nenhum comentário:

Postar um comentário